2017

Editais

 

 

Como participar dos leilões?

Presencial

Os interessados deverão comparecer ao auditório na data e horário agendados para o leilão, observando os seguintes endereços: 

Av. Rio Branco, nº 124, 18º andar, Clube de Engenharia, no Centro do Rio de Janeiro.

Rua Capitão Félix, nº 110, CADEG, em Benfica, Rio de Janeiro.

 

Online

Para participar na modalidade online, os interessados deverão efetuar cadastro no site http://www.brbid.com. As informações cadastrais são confidenciais e guardadas em sigilo e serão utilizadas para emissão de Nota Fiscal. As disputas são feitas de forma simultânea com lances em tempo real.

.

Quem pode participar do leilão?

Podem participar do leilão qualquer pessoa, física ou jurídica, desde que devidamente inscritas no CPF ou no CNPJ. Caso o arrematante esteja com seu CPF/CNPJ em situação "suspenso/irregular" junto à Receita Federal, ficará sujeito à perda do lote arrematado, em virtude da impossibilidade de emissão de Nota Fiscal.

Não podem participar do leilão menores de idade.

Pode-se ver o veículo antes do leilão?

Antes da data agendada para o leilão, os interessados podem visitar os pátios e verificar o estado físico do veículo. Para tanto, basta consultar as datas de exposição dos veículos.

As fotos ilustrativas e descrições dos bens a serem apregoados estão disponíveis no site http://www.brbid.com. O bem deverá ser examinado pelo interessado e, se for o caso, por técnicos de sua confiança, apenas nos dias e horários estipulados no website e anúncios anteriormente publicados.

Os bens serão vendidos no estado em que se encontram e sem garantia.

Nenhum veículo possui chave, sendo que alguns precisam de nova codificação.

Não serão aceitas reclamações, nem devoluções após a arrematação feita, sujeitando-se o arrematante às penas da lei e às multas explicitadas no termo disposto no website. Também não serão aceitas quaisquer reclamações de terceiros com quem os arrematantes venham a negociar os lotes do leilão, bem como é vedada tal negociação antes da retirada do lote do depósito.

Caso o veículo seja retirado do depósito, não poderá o arrematante pretender qualquer indenização ou desistência a título de divergência, bem como por consertos realizados no veículo objeto de arrematação.

Lotes classificados como "Sem motor" só terão os motores retirados após o pagamento, a foto contendo o motor apenas ilustra o estado do veículo.

Para os veículos com “Kit-Gás” instalado que não possuam em seu registro junto ao DETRAN/RJ o “GNV (gás natural veicular) ” como combustível, o custo para a regularização ficará por conta do arrematante, não podendo o mesmo alegar para qualquer fim o desconhecimento desta informação.

Para os veículos que possuem em seu registro “GNV (gás natural veicular) ”, é de responsabilidade do arrematante, examinar se os componentes denominados “Kit-Gás” estão realmente instalados no veículo. A informação constante no campo “combustível” refere-se exclusivamente ao registro do veículo junto ao DETRAN/RJ e não à existência ou não de qualquer acessório, sendo de responsabilidade do arrematante os custos para regularização.

Qual a forma de pagamento?

Ao arrematar o bem, será gerado um boleto bancário para pagamento no valor integral da arrematação.

O arrematante que comprar na forma ONLINE receberá, em seu e-mail cadastrado no sistema da BRBID, o boleto correspondente ao valor de arrematação, mais as taxas incidentes sobre este valor, que são: R$ 200,00 (duzentos reais) para Motos; R$ 295,00 (duzentos e noventa e cinco reais) para Carros e R$ 325,00 (trezentos e vinte cinco reais) para Vans e ônibus, referentes à taxa administrativa, 5% (cinco por cento) de comissão do leiloeiro, mais o valor de R$ 3,50 (três reais e cinqüenta centavos) referente à emissão do boleto.

Para a compra PRESENCIAL, o arrematante receberá um boleto para pagamento à vista, nos mesmos valores acima citados, correspondendo ao total de sua compra.

Todo e qualquer imposto ou taxa que venha a incidir sobre os lotes arrematados (ICMS, etc.), bem como a retirada e o transporte dos mesmos, correrão por conta exclusiva do arrematante e serão de sua responsabilidade.

Como proceder para retirar o veículo leiloado do depósito?

A retirada dos lotes ocorrerá mediante agendamento, dentro dos dias e horários estipulados. Os veículos deverão ser removidos no estado em que se encontram, não sendo permitidos consertos no Depósito.

No ato da retirada do (s) lote (s) agendado (s) o arrematante PESSOA FÍSICA deverá apresentar ORIGINAL e XEROX, para CADA VEÍCULO (LOTE) arrematado, conforme abaixo:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de residência (ou declaração de residência disponível no site do DETRAN/RJ, preenchida, assinada e datada pelo próprio arrematante);
  • Comprovante de pagamento da arrematação;

Em caso de representação por procurador, este deverá portar os documentos acima mencionados e PROCURAÇÃO COM PODERES ESPECÍFICOS, na qual conste a firma do arrematante reconhecida por autenticidade.

No ato da retirada do(s) lote(s) agendado(s), arrematante PESSOA JURÍDICA deverá apresentar ORIGINAL e XEROX, para CADA VEÍCULO (LOTE) arrematado, conforme abaixo:

  • Extrato do CNPJ;
  • Contrato social (ou ato constitutivo equivalente);
  • Comprovante de pagamento da arrematação;
  • PROCURAÇÃO COM PODERES ESPECÍFICOS, na qual conste a firma do representante legal da pessoa jurídica reconhecida por autenticidade.

Multas RENAINF

Caso não haja saldo para quitação dos débitos das multas no Registro Nacional de Infrações de Trânsito (RENAINF) informadas, o arrematante deverá aguardar a desvinculação por parte do órgão emissor da infração.

Como proceder para regularizar o veículo arrematado?

Nos lotes de 1º EMPLACAMENTO e VEÍCULO CADASTRADO EM OUTRA BASE ESTADUAL, por determinação do DETRAN/RJ, os processos para regularização serão abertos no prazo de 30 dias corridos após a emissão da Nota de Arrematação, exclusivamente pelo órgão realizador do leilão, no caso o DETRO/RJ.

Para que o órgão possa realizar a abertura do processo, o arrematante deverá apresentar a seguinte documentação no ato da retirada do lote no depósito:

  • 1º EMPLACAMENTO: ABERTURA DO PROCESSO

Cópias de documento oficial de identificação com foto, CPF (pessoa física), CNPJ (pessoa jurídica), contrato social da firma ou individual e comprovante de residência ou, não possuindo este comprovante apresentar DECLARAÇÃO DE RESIDÊNCIA; Clique aqui e confira!

O Duda de primeira licença e o Duda de placa completa exigidos pelo DETRAN/RJ, para abertura do processo serão cobrados do arrematante no boleto de pagamento da arrematação juntamente com a comissão e taxa.

  • VEÍCULO CADASTRADO EM OUTRA BASE ESTADUAL: ABERTURA DO PROCESSO

Cópias de documento oficial de identificação com foto, CPF (pessoa física), CNPJ (pessoa jurídica), contrato social da firma ou individual e comprovante de residência ou, não possuindo este comprovante apresentar DECLARAÇÃO DE RESIDÊNCIA; Clique aqui e confira!

  • VEÍCULO EMPLACADO NO RIO DE JANEIRO:

O comitente enviará o extrato do leilão ao DETRAN/RJ e o arrematante não precisará abrir o processo administrativo no protocolo geral;

Após a retirada do veículo no depósito o arrematante no prazo mínimo de 30 dias agendará o serviço de transferência de propriedade diretamente no posto de vistoria do DETRAN/RJ através do canal de atendimento. No dia agendado ele deverá comparecer no posto de vistoria com os documentos:

  • Original da 1ª via da nota de arrematação;
  • Original do auto de leilão;
  • Cópias de documento oficial de identificação com foto, CPF (pessoa física), CNPJ (pessoa jurídica), contrato social da firma ou individual e comprovante de residência ou, não possuindo este comprovante apresentar DECLARAÇÃO DE RESIDÊNCIA;
  • Duda pago no CPF do arrematante referente aos serviços de transferência de propriedade, placa (se necessário), DUDA de baixa de gravame (se necessário) e alteração de característica (se necessário);

* Lotes classificados como “Veículo” são passíveis de cobrança de DUDA específico de confecção de lacre e placa, sendo o custo de responsabilidade do arrematante. Qualquer DUDA cobrado para regularização do veículo e que não esteja informado no catálogo, deverá ser pago pelo arrematante.

* Para a transferência de titularidade junto ao DETRAN, o arrematante receberá a NOTA DE ARREMATAÇÃO, AUTO DE ARREMATAÇÃO, emitidos pelo Leiloeiro, que substituirão o documento de compra e venda.

* As despesas de transferência de propriedade, mudança de placa de duas letras para três letras e de Município, mudanças de categoria, alteração de características, cor, baixa de gravame e regravação de chassi, serão de responsabilidade dos arrematantes, quando houver.

* Em casos de CANCELAMENTO DA ARREMATAÇÃO, o arrematante deve seguir o seguinte procedimento:

  • Abertura de ficha de solicitação de cancelamento da arrematação e reembolso junto ao leiloeiro, informando o motivo, para análise e deferimento ou não do pedido;
  • Realização de vistoria com perito indicado pela vendedora, para verificação dos serviços executados;
  • Apresentação de Notas Fiscais de peças e/ou serviços executados no veículo.

O VEÍCULO ARREMATADO NÃO PODERÁ CIRCULAR ATÉ A EFETIVA TRANSFERÊNCIA DE PROPRIEDADE, JUNTO AO DETRAN/RJ.

CASO O VEÍCULO ESTEJA CIRCULANDO E FOR APREENDIDO, OS DÉBITOS QUE OCORREREM APÓS A REALIZAÇÃO DO LEILÃO, SERÃO DE RESPONSABILIDADE DO ARREMATANTE.

Veículo clonado de outro estado, como proceder?

O proprietário deverá procurar a Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA) de seu estado, com seu veículo para efetuar o Boletim de Ocorrência e Laudo Pericial comprovando a originalidade do mesmo.

Posteriormente, enviar ao DETRO para a Coordenadoria de Controle e Gestão de Leilões, localizado na Rua Uruguaiana, 118 – 10º andar – Centro – Rio de Janeiro/RJ – CEP: 200.050-095, para abertura de procedimento administrativo sobre Suposta Clonagem, anexando as seguintes documentações (XEROX):

  • Identidade;
  • CPF;
  • Comprovante De Residência;
  • Telegrama (se recebido);
  • Cópia Da Documentação Do Veículo: CRV (Certificado De Registro De Veículo) E/OU CRLV (Certificado De Registro E Licenciamento De Veículo);
  • Boletim De Ocorrência E Laudo Pericial.

O veículo “Duble” se estiver selecionado ao Rol dos veículos para participar de Hasta Pública, será retirado, mediante ao processo administrativo e, posteriormente disponibilizado para Delegacia de Roubos e Furtos de Autos – DRFA do Estado do Rio de Janeiro, para as devidas providências.

Consta em nosso pátio um clone do seu veículo, como proceder ?

O proprietário deverá procurar a Delegacia de Roubos e Furtos de Autos (drfa), na Cidade da Polícia (CIDPOL), localizado na Avenida Dom Hélder Câmara nº 2066 - Jacarezinho, Rio de Janeiro (RJ), com seu veículo para efetuar o Boletim de Ocorrência e Laudo Pericial, comprovando a originalidade do mesmo.

Posteriormente comparecer ao Detro no Serviço de Protocolo localizado na Rua Uruguaiana, 118 - 7º andar, Centro, Rio de Janeiro para abertura de procedimento administrativo sobre Suposta Clonagem, anexando as seguintes documentações (XEROX):

  • Identidade;
  • CPF;
  • Comprovante De Residência;
  • Telegrama (se recebido);
  • Cópia da Documentação do Veículo: CRV (Certificado de Registro de Veículo) E/OU CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo);
  • Boletim de Ocorrência e Laudo Pericial.

O veículo “Duble” se estiver selecionado ao Rol dos veículos para participar de Hasta Pública, será retirado mediante o processo administrativo e, posteriormente disponibilizado para Delegacia de Roubos e Furtos de Autos (DRFA), para as devidas providências.